SEG à SEX: das 8h30 às 18h00

11 98885-2580

O que é Câncer de Pele?

Câncer de pele é uma doença ocasionada pelo crescimento fora do comum das células da pele. Para que você possa compreender melhor, entenda que o acúmulo das células faz com que haja a formação de um tumor, que é o câncer de pele propriamente dito. 

Existem 3 tipos mais frequentes de câncer de pele:

  • Carcinoma basocelular: o mais comum entre todos. Se dá pelo surgimento das células basais que se encontram na camada mais profunda da pele. Raramente evolui para metástase e cresce de forma lenta e progressiva;

  • Carcinoma espinocelular: segundo mais comum entre todos, com origem das células escamosas localizadas nas camadas mais superficiais da pele. Este tipo de câncer de pele é mais agressivo do que o carcinoma basocelular e se não tratado adequadamente pode evoluir para metástases.

  • Melanoma: o tipo mais agressivo e de desenvolvimento rápido Tem origem nas células produtoras de melanina - substância que dá coloração à pele. Fundamental que seja diagnosticado precocemente.

O câncer de pele corresponde a cerca de 33% dos diagnósticos de câncer no Brasil, além de ser o mais frequente no país e no mundo. Devido ao número elevado de casos, é fundamental estar sempre atento às causas desta doença, assim como às formas de prevenção dela. 

Fatores de risco para o câncer de pele

O maior fator de risco para o câncer de pele no rosto é a exposição ao sol. Quando a pessoa toma sol de forma exagerada, as chances dos raios ultravioletas alterarem as células da pele são maiores.

Aproveite para ler mais sobre este assunto: Sol: riscos e benefícios.

Mas, saiba que não é só a exposição ao sol que pode ocasionar câncer de pele. Existem outros fatores: 

  • Histórico de câncer de pele na família;

  • Pessoas de pele muito clara;

  • Pessoas de cabelos loiros ou ruivas;

  • Pessoas infectadas pelo vírus HPV;

  • Pessoas albinas;

  • Pessoas com uma quantidade elevada de pintas no corpo;

  • Etc.

 

Como diagnosticar o câncer de pele?

O diagnóstico de câncer de pele se dá em uma avaliação com o profissional da área. Através disso, ele consegue ter acesso à lesão, seja a olho nú ou com algum exame específico. 

Um exame bastante utilizado pelos especialistas, por exemplo, é a dermatoscopia digital, que nada mais é que um mapeamento corporal do paciente. Em alguns casos, é feita também a biópsia.

Alguns sinais que podem ser percebidos em casa mesmo são: 

  • Manchas que coçam com frequência, descamam ou sangram;

  • Pintas com alterações de tamanho, de forma ou de cor;

  • Feridas que não cicatrizam com o tempo.

Todo cuidado é pouco. Então, se você tiver algum destes sintomas, agende uma consulta com um especialista e faça uma avaliação.

Câncer de pele tem cura? 

O câncer de pele tem altas probabilidades de cura. Mas, claro, é imprescindível analisar cada caso de forma individualizada. A boa notícia é que apesar do índice elevado de diagnósticos no Brasil, o câncer de pele está associado a uma taxa baixíssima de mortalidade.

Além disso, quanto antes o paciente tiver o diagnóstico, mais rápido será o início do tratamento e consequentemente, o paciente terá mais chances de cura.

Dr. Gustavo Alonso Pereira

Dúvidas sobre Câncer de Pele?

Agende uma consulta e seja examinado por um de nossos Dermatologistas.

Agende sua consulta

Câncer de Pele: Dr. Gustavo Alonso Pereira

Dermatologista - CRM - SP: 97410 | RQE - 3781

Veja o vídeo abaixo e conheça os novos tratamentos para Câncer de Pele: